SINISTRO DE PEDRÓGÃO GRANDE

Especialistas acreditam que si se poderia ter evitado uma tragédia destas dimensões

Especialistas acreditam que si se poderia ter evitado uma tragédia destas dimensões

Teria sido preciso o encerramento das estradas "a tempo e horas" e também uma aposta na prevenção como a criação de faixas de segurança em torno das aldeais, segundo expertos consultados por Público.Pt.


Faliram os dispositivos de segurança e prevenção que teriam evitado que o incêndio de Pedrógão Grande atingisse as grandes dimensões que acabou por ter, acreditam os especialistas com os que falou o Público.Pt.

 

“Estas coisas nunca são totalmente previsíveis, mas o sistema tem de estar preparado. No mínimo, pedia-se que se tivessem encerrado as estradas a tempo e horas”, defende, por exemplo, Paulo Fernandes, engenheiro florestal e professor no Departamento de Ciências Florestais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

 

Por sua parte, o investigador Xavier Viegas, da Universidade de Coimbra, aponta na prevenção como melhor forma de travar os fogos. E nesse sentido advoga por que em cada núcleo habitacional se habilitem “espaços de refúgio seguros para onde as pessoas pudessem encaminhar-se sem terem que se fazer à estrada para fugir ao fogo

 



x