Opinións de
Carlos Morais
   

Contra quem luitamos?, quem é o nosso verdadeiro inimigo?

Novamente Podemos logrou ocupar a centralidade da comunicaçom política mediante umha ingeniosa campanha contra o que definem como a “trama política, empresarial e mediática que tem saqueado Espanha”. Empregando um autocarro rotulado com imagens de...

A guerra civil da pequena burguesia "podemita" nom é a nossa guerra

Afirmava numha reflexom publicada a finais de dezembro que o confronto entre os dous principais bandos da nova social-democracia populista eram "punhaladas internas polo poder". Mas à medida que se aproxima o congresso que denominam "Vista Alegre 2" afasta-se exponencialmente a...

Devemos escolher entre Obama/Hillary Clinton versus Donald Trump?

A campanha e resultado eleitoral das presidenciais nos Estados Unidos da América tem sido, e continua a ser, aproveitado pola maioria dos meios de comunicaçom da ditadura burguesa para apresentar o candidato vencedor como um perigo para os direitos e conquistas democráticas. A grande...

Podemos: mais que punhaladas internas polo poder

As grossas palavras da semana passada dérom passo ao insulto e à desqualificaçom entre as duas principais fraçons que desputam o poder no seio de Podemos. A pouco menos de três anos da sua constituiçom o partido morado homologa-se com a prática consubstancial dos...

Impunidade e apologia do terrorismo de Estado na TV

Ontem [Nota de Sermos : o autor refere-se á terça feira], coincidindo com o aniversário da constituiçom postfranquista vigorante o canal Telecinco -propriedade do grupo berlusconiano Mediaset e participado por Prisa-, iniciou a emisom da minisérie “El padre...

Colômbia: Paz Sim, mas com justiça social e soberania nacional 

Nom tinha pensado opinar muito sobre este tema, mas lendo o que pensa boa parte da “esquerda” deste país sobre os resultados do pasado domingo na Colômbia, quero transmitir umhas reflexons de urgência. No plebiscito nom se votava "sim" ou "nom" à...

As árvores nom nos deixam ver o bosque 

A totalidade dos meios de comunicaçom de massas hispanos estám em mao da burguesia. Som propriedade dos grandes holdings e trusts que controlam os setores estratégicos da economia espanhola. Aparentando liberdade de expressom exercem umha autêntica ditadura mediática visada...

O “unitarismo”, adulteraçom senil do movimento operário e popular

Após a comemoraçom de duas efemérides importantes no calendário reivindicativo do movimento operário, 8 e 10 de março, Dia da mulher trabalhadora e da classe obreira galega, e perante as tendências hegemónicas que mantenhem atrapada na desmobilizaçom e...

Falsos debates do nacionalismo galego

Nem @s comunistas nem a esquerda independentista galega de caráter socialista pode deixar-se arrastar polo falso debate, nem tomar partido por nengumha das partes no confronto político encistado entre as duas grandes expressons do nacionalismo galego. Desde a cissom na assembleia do BNG de Ámio...

Luita de classes e partido comunista

Umhas das consequências da crise estrutural do capitalismo senil na Galiza é o profundo terramoto padecido pola pratica totalidade das organizaçons situadas no campo popular. Refiro-me à crise permanente que desangra a esquerda nacionalista tradicional, a implosom padecida pola...

A nossa luita deve ser para vencermos nesta vida

É mui habitual escuitar entre camaradas e entre companheir@s das mais diversas organizaçons da esquerda e do movimento popular, que nom vamos poder ser espetadores dos objetivos estratégicos que perseguimos.

Em 2015 necessitamos mais C8H11N

Gordon Gekko -fictício especulador financieiro dum conhecido filme-, recomenda a umha amante que “nom se apaixone”

Partidos antissistémicos funcionais para o sistema

Um dos fenómenos ligados à profunda crise de legitimidade sistémica é a eclosom de alternativas que, aparentando serem novedosas, rupturistas e mais democráticas, na realidade nom passam de fraudulentos revivals de modelos ensaiados noutros períodos históricos e coordenadas geográficas.

É necessária umha política radical

A ofensiva predadora da burguesia contra a classe trabalhadora, as mulheres e a Galiza, está a ser facilitada pola carência de coragem e visom estratégica das forças de esquerda com representaçom institucional. Mas também polo timoratismo das organizaçons sociais que, objetivamente, possuem capacidade para fazer frente à declaraçom de guerra do Capital contra o mundo do Trabalho.

Dúvidas e incógnitas sem resposta sobre a unidade soberanista

O processo aberto nos últimos meses de unidade de açom e diálogo, entre a esquerda independentista e o nacionalismo galego, gera multiplas perguntas e dúvidas na militáncia de ambos campos políticos. 

Nom podia ser de outro jeito, após tantos anos de desencontros e confrontos por mor de profundas divergências na açom teórica-prática.

As desconfianças a respeito da viragem soberanista e de esquerda do BNG tenhem um sólido fundamento, que necessita muito tempo e, basicamente, muitos factos constatáveis para poder superar. 

Espanha pretende tirar partido da catástrofe de Angrois

O grave acidente de comboio que comocionou a nossa pátria na noite de 24 de julho está a ser obscenamente empregado polo governo do PP para desviar a atençom da multicrise que abala o regime, e a corrupçom generalizada que implica diretamente Mariano Rajói e as principais figuras desse partido nos excrementos do capitalismo.

Rutura democrática e República Galega

A imputaçom da infanta Cristina no caso Nóos e a filtraçom de umhas velhas fotografias do presidente da Junta da Galiza desfrutando dumha velada no iate de um destacado capo do narcotráfico arousao, som dous novos capítulos que podem contribuir a acelerar a crise do regime pós-franquista.

x