FICA O RECURSO AO SUPREMO

Os três juízes confirmam a condena de Lula e elevam a pena a 12 anos de prisão

Os três juízes confirmam a condena de Lula e elevam a pena a 12 anos de prisão
Lula Da Silva
Lula Da Silva  

3-0. O pior resultado possível no tribunal de segunda instância de Porto Alegre. Os três juízes votaram contra Lula e não só confirmam a condena ditada pelo magistrado Sérgio Moro, senão que elevam a pena de prisão até a situar em 12 anos. A situação na que fica o líder histórico da esquerda brasileira -quem aliás encabeça as sondagens para as eleições presidenciais de outubro- é muito delicada.


O Tribunal de segunda instância de Porto Alegre tornou ainda mais dura a sentença ditada em Julho passado pelo juiz federal Sérgio Moro contra Lula, por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Moro condenara o líder histórico do PT a 9,5 anos de prisão. Os três juízes de Porto Alegre acrescentaram três anos mais de cadeia para o dirigente esquerdista que presidiu o país no periodo 2003-2010.

A sentença não implica a entrada imediada de Lula em prisão, pois o líder esquerdista apresentará um recurso perante este mesmo tribunal para os três juízes explicarem a sentença. Uma vez que o façam, o candidato do PT si estaria abocado a ingressar na cadeia. Mas nem sequer o encarceramento de Lula significa que perda toda opção a ser candidato nas presidenciais de outubro, sendo que ainda tem por diante o recurso perante o Tribunal Supremo. Neste momento, Lula encabeça -e com muita diferença- todas as sondagens. 

O delito que se imputa a Lula é ter usufruído um apartamento em São Paulo propriedade duma empresa que realizou contratos coa administração pública na época em que o líder do PT presidia o país.

Para o PT, o poder judiciário brasileiro está a ser utilizado pela oligarquia do país para travar o regresso de Lula ao Palácio de Planalto. "Tudo o que eles estão a fazer é para eu não ser candidato. E agora eu quero ser candidato!”, afirmou o líder histórico da esquerda brasileira após conhecer a sentença.

E na sua conta twitter, invocou a memória de Mandela para garantir a sua vitória final.