O segundo juiz também vota contra Lula

O segundo juiz também vota contra Lula
Lula Da Silva
Lula Da Silva  

[ACTUALIZAÇÃO]. Segundo pronunciamento judiciário esta quarta feira no Tribunal de Porto Alegre e, outra volta, contrário a Lula. Isto significa que a sentença de primeira instância fica confirmada. Há um terceiro juiz que ainda se deve pronunciar. Politicamente não é um detalhe menor que o faça a favor de Lula.


O Tribunal de segunda instância de Porto Alegre resolveu no mínimo com dois votos confirmar a sentença do juiz federal Sérgio Moro que em Julho passado condenou Lula a 9,5 anos de prisão por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Ainda falta um terceiro juiz para se pronunciar mais ao máximo que pode aspirar Lula é a perder por 2-1. O PT, com a vista posta no Tribunal Supremo, não o consideraria um mal resultado, sendo que se veria que no mínimo um magistrado si dá a razão ao líder esquerdista.

A esquerda vê o processo como a segunda parte do golpe de Estado que deitou fora da presidência Dilma Rousseff. A confirmação da sentença não elimina Lula da carreira pela presidência, pois ainda tem por diante um recurso perante o Tribunal Supremo. Lula encabeça as sondagens. As presidenciais estão agendadas para o mês de outubro.

O delito que se imputa a Lula é ter usufruído um apartamento em São Paulo propriedade duma empresa que realizou contratos coa administração pública na época em que o líder do PT presidia o país.

Nas próximas horas vai-se conhecer o voto do terceiro juiz do tribunal. O PT até daria por boa a hipótese de perder hoje por 2-1. Um resultado de 3-0 -os três juízes contra ele- deixaria Lula muito debilitado e virtualmente fora da carreira presidencial.