Galiza bilíngue (I)

Perder nunca é agradável, nem sequer uma discussão de bar. Deixar o galego esmorecer no nosso país com a sensação de que não se pode fazer nada é deprimente. E perder o debate da língua cedendo os argumentos mais potentes a quem quer acabar com ela é absolutamente patético.   Um coletivo que defende...

A equipagem está pronta