Opinións de
Maurício Castro
   

2018, Ano Marx (XI) / Ética, política e ideologia

Publicamos a seguir a undécima entrega de Mauricio Castro sobre a obra de Karl Marx (1818-1883), no ano do seu bicentenario. Son doce achegas, unha por cada un dos meses do ano.

2018, Ano Marx (VIII) / O Estado… e a revoluçom?

Publicamos a seguir a sétima entrega de Mauricio Castro sobre a obra de Karl Marx (1818-1883), no ano do seu bicentenario. Son doce achegas, unha por cada un dos meses do ano.

2018, Ano Marx (VII)/ Marx e as naçons

Publicamos a seguir a sétima entrega de Mauricio Castro sobre a obra de Karl Marx (1818-1883), no ano do seu bicentenario. Son doce achegas, unha por cada un dos meses do ano.

2018, Ano Marx (V) / Para além do voluntarismo

Publicamos a seguir a quinta entrega de Mauricio Castro sobre a obra de Karl Marx (1818-1883), no ano do seu bicentenario. Son doce achegas, unha por cada un dos meses do ano.

Binormativismo: tentativa de resposta a um problema que nom se colocou

Som da opiniom de que todo isto do chamado “conflito normativo” que arrastamos há décadas manifesta umha impotência: a de avançarmos, como formaçom social, na adoçom e normalizaçom do galego como língua nacional.   Nom sendo isso possível até hoje, pola estrita correlaçom de forças...

2018, Ano Marx (II) / Questom de classe

Publicamos a seguir a segunda entrega de Mauricio Castro sobre a obra de Karl Marx, no ano do seu bicentenario. Son doce achegas, unha por cada un dos meses do ano.

Fala-se espanhol em Cuba?

A pergunta é retórica, claro. Ninguém pom isso em dúvida, apesar das significativas diferenças entre o padrom da maior das ilhas antilhanas e o da ex-metrópole europeia.   Por pura deformaçom profissional, na minha segunda viagem a Cuba dediquei-me...

Marx e a esquerda-tricórnio (espanhola)

Até a náusea assistimos a diário à “grande descoberta” que fam os dirigentes da esquerda espanhola (ou pró-espanhola), quando tentam advertir-nos sobre a natureza do nacionalismo catalám: “é burguês!”, “representa a...

Seis bons motivos para nom perder o filme ‘O Jovem Marx’

Na semana passada tivem ocasiom de desfrutar, por duas vezes, o filme do realizador haitiano Raoul Peck , sobre a etapa de formaçom de Karl Marx como militante e intelectual, até a publicaçom do seu Manifesto Comunista: O jovem Marx .   Resolvim vê-lo sem esperar à...

A recentralizaçom que vem

A firme vontade catalá para dar passos em direçom à sua plena soberania, sempre com base na aplicaçom do inalienável direito de autodeterminaçom, espoletou umha forte reaçom do Estado espanhol para evitar a rutura que nom houvo à morte de Franco.  ...

O velho István Mészaros e a nossa caixa de ferramentas

Amiúde falamos sobre as vantagens da nossa inserçom no espaço mundial de expressom galego-luso-brasileira, que nos permite o acesso a todo aquilo que a maior parte do nosso povo até hoje nom conheceu, ou só conheceu através do espanhol.   Isso pode muito bem...

Cuba, os furacáns e o socialismo

Amiúde, vemos opinadores profissionais dos meios do sistema ridicularizar as precárias condiçons de vida em Cuba, apontando para ela como o exemplo paradigmático da inviabilidade do socialismo. Quem já lá estivo –eu estivem há uns bons 26 anos– sabe que...

Despedida para o John, um amigo e camarada

Texto lido no dia 24 de junho de 2017 no Cemitério de Santa Icia de Trasancos, Narom, no ato civil de despedida a Joám Paz Lopes, John (1967-2017)

Esquerda e pós-modernidade: cidadania, pobreza e empreendedorismo

Pode parecer um dramatismo excessivo, mas som muitas a evidências de que vivemos tempos de dissoluçom de toda umha civilizaçom, a burguesa-capitalista. Ao longo de vários séculos, ela tivo, como todas as civilizaçons históricas anteriores, a sua época de...

Vânia, Virgínia e Leda: Três marxistas brasileiras

Já noutras ocasions tenho escrito neste mesmo espaço algumha resenha dedicada a autores marxistas situados na nossa área lingüística internacional, com um duplo objetivo: recomendar a sua obra polo interesse real dela e, também, lembrar a necessidade de quebrarmos o...

14 expressons que (nom) só existem em galego

Ao cuidado de Xesús Alonso Montero Dando umha vista de olhos a um conhecido jornal espanhol, deparei-me com um artigo de promoçom das próprias essências lingüístico-culturais, em linha com o tam habitual e pouco subtil chauvinismo que define o panorama mediático...

Sobre o feitiço do fetichismo (e III)

Enquanto a hegemonia política do capital se sustenta em partes iguais sobre a violência e o consenso, a superaçom do sistema, e nom só do regime concreto que o representa, deverá surgir da transformaçom material da forma capitalista de reproduçom social, culminando a...

Sobre o feitiço do fetichismo (II)

Esperamos que, apesar da brevidade, os apontamentos da primeira parte deste texto tenham ajudado a esclarecer minimamente o mecanismo social do 'fetichismo', um fenómeno tam antigo que mesmo lingüisticamente foi rebatizado no século XVIII em francês a partir de um vocábulo...

Sobre o feitiço do fetichismo (I)

Algumhas categorias das ciências sociais, por causa do sua vulgarizaçom no discurso de certa esquerda, som vistas como apoios discursivos sem conteúdo real, que pouco acrescentam sobre aquilo que se queria transmitir... isso quando realmente se quer transmitir algumha cousa. Umha...

As contradiçons do intérprete Monedero

Tido por ideólogo e consciência crítica radical de Podemos, o professor Juan Carlos Monedero dedicou neste dia 8 de junho o comentário no seu videoblog a fazer de intérprete do candidato Pablo Iglesias, quem leva dias confessando repetidamente o caráter social-democrata da...

O que fai falta

Partamos de reconhecer umha evidência: apesar desta profunda crise, a hegemonia reacionária, burguesa e espanhola impom-se hoje na Galiza com mais doses de consenso do que de violência explícita, embora sempre subsista a estrutural. O Estado espanhol e o sistema a que serve mantenhem o...
x