adela-figueroa
“Aprendendo contos em galego cria-se a ligação afetiva com a nossa cultura e a nossa língua”
Adela Figueroa Panisse, escritora

“Aprendendo contos em galego cria-se a ligação afetiva com a nossa cultura e a nossa língua”

A escritora e ativista ecologista Adela Figueroa participou em Cabo Verde no IX Encontro de Escritores de Língua Portuguesa representando a Galiza e deu a palestra ‘A literatura infanto Juvenil na Galiza. Uma necessidade Cultural’ na que advogou pelo conto galego como ferramenta para a criação  duma ligação com a cultura e língua nas crianças. 

OPINIÓN

Cincuenta anos depois

Andar a procura de papeis perdidos pelas gavetas traz-nos algumas surpresas. Há dous achádegos que tive a sorte de topar: um feixe de poesias inéditas de Ánxel Fole nuns papeis velhos, creio que dalgum livro de contas,  e um “boletin” dos estudantes da...

“Pensei que este tipo de xente xa non existía”
Adela Figueroa, a denunciante das funcionarias galegófobas

“Pensei que este tipo de xente xa non existía”

Tivo que soportar como dúas funcionarias públicas da Xunta se negaban a atendela en galego, con respostas como ““Yo solo hablo castellano, no me da la gana de hablar en gallego” ou enxalzaban o franquismo diante súa. Adela Figueroa recoñece que non é a primeira vez que ten problemas nunha administración por pedir, como lle garante a lei, o dereito a ser atendida en galego.

OPINIÓN

Apocalipse!!

 

Arde Galiza por todos os lados. Não é uma afirmação retórica, é real.

 

Chandrexa de Queixa, Triacastela, Samos, Ponteareas, Monterrei, Vilar de Vos, Folgoso do Courel, tudo está em...